Resinas e a Resina de poliester!

Escrito por

A Resina

é um composto orgânico derivado do petróleo, que passa de seu estado líquido para o estado sólido, através de um processo químico chamado “Polimerização”.

Os tipos de Resinas

Resina Poliéster Ortoftálica (Mais comum e de uso generalizado);

Resina Poliéster Isoftálica (Aplicada em moldes feitos de Fibras de Vidro, em tubulações e piscinas);

Resina Poliéster Isoftálica com NPG – (Alta Cristalinidade e boa Flexibilidade – Resistente a temperaturas elevadas, água natural e à manchas);

Resina ÉsterVinílica (Possui alta resistência química e mecânica (impactos), usada na fabricação de equipamentos de fibras de vidro para o combate a corrosão);

Resina Epoxi (peças estruturais e principalmente em revestimentos para proteção química e de intempéries).

Classes de Resinas

No Brasil, as principais classes de resinas utilizadas são:

Acrílica: Utilizadas em vernizes para pintura original e repintura de automóveis.

Poliester: Utilizadas em basecoats automotivos.

Alquídica: Resinas de baixo custo e baixa resistência química

Melamina-Formaldeído: Utilizadas em sistemas de cura em estufa (120-180°C), em conjunto com outras resinas hidroxiladas, como alquídicas e acrílicas.

Epóxi: utilizadas em aplicações industriais, com excelentes propriedades físicas e químicas (exemplo: adesão)

Resina de poliester

As fibras de vidro são usadas para reforçar vários tipos de plásticos.
Porém, na grande maioria dos casos, os plásticos usados como matriz para compósitos de Fiberglass são feitos com resinas poliéster insaturadas.

Essas resinas são muito usadas em compósitos moldados por contato porque elas são fáceis de ser transformadas em plástico.

As resinas poliéster insaturadas são processadas no estado líquido e curam (isto é, transformam em plástico) à temperatura ambiente em moldes simples e baratos.

A cura à temperatura ambiente e sem exigir moldes caros é muito importante, porque viabiliza a produção em pequena escala de peças grandes e complexas.

Resina de poliester – usos variados

RESINAS COLORIDAS PARA BIJOUTERIAS:
– 1Kb de Resina pré-acelerada Am 190 .
– 100ml de Monomero.
– 5 a 10% de Pigmento em Pasta ou líquido .
Antes de despejar nos moldes adicionar de 1 a 1,5% de Catalizador Aerojet .

CORANTE LÍQUIDO PARA VITRAIS:
– 10g de Pigmento em Pó Macrolex.
– 1 litro de Monomero de Estireno.
Misturar bem o Pigmento em Pó com o Monomero de Estireno. Usar de 1 a 5% em Resinas de Poliester.

MASSA PLÁSTICA (Para uso imediato):
– Resina Am 313.
– Monomero de Estireno.
– Talco Industrial.
– Catalizador Aerosec.
Exemplo: 1Kg de Resina, 200g de Monomero de Estireno, Talco à vontade (provavelmente 2Kg), até atingir a consistência ideal para a sua aplicação.
Retire a quantidade à ser usada e adicione o Catalizador.

Obs: Para cada 100g de massa adicione 20 gotas de Catalizador.

fontes: aerojet   /   wikipedia