Papeis especiais e outros tipos mais usados!

Escrito por

 

Papeis especiais

Base para carbono

Papel para fim específico, fabricado com pasta química, geralmente com gramaturas até 24 g/m2, branco ou em cores.

Usado como base para fabricação de papel carbono.

Cigarro e afins

a) cigarro
Papel para fim específico, fabricado com pasta química branqueada, de fibras têxteis e/ou madeira, geralmente contendo carga mineral até 26%, nas gramaturas de 13 a 25 g/m2, não colado, de alta opacidade, com marca d’água, “velin” ou marca filigrana, com combustibilidade controlada, com ou sem impregnantes.
Usado em bobinas para confecção mecânica de cigarros ou em resmas e mortalhas, quando para confecção manual.

b) ponteiras
Papel fabricado com pasta química branqueada, nas gramaturas de 30 a 40 g/m2, com alta opacidade, branco ou em cores, usado como envoltório externo de filtro de cigarros.

c) bastão
Papel fabricado com pasta química branqueada, nas gramaturas de 25 a 30 g/m2, para envoltório interno de filtro de cigarros, ou seja, diretamente em contato com o filtro.

Crepados

Papeis especiais crepadosPapel para fins específicos, com crepagem obtida durante a fabricação para aumentar sua elasticidade e maciez, fabricado essencialmente com pasta química.

Usado para reforço de costura em sacos multifolhados, base para fitas adesivas, germinação de sementes, base para lençóis plásticos, etc.

Desenho
Papel para fim específico, fabricado com pasta química, geralmente nas gramaturas de 100 a 280 g/m2, com acabamento de máquina e tratado na massa ou na superfície, de modo a resistir a ação da borracha.

Heliográfico
Papel para fim específico, fabricado com pasta química branqueada, com baixo teor de ferro, com absorção uniforme, nas gramaturas de 40 a 120 g/m2, bem colado, alisado, branco ou levemente colorido.

Absorvente e filtrante
Papéis para fins específicos. Vide subitens para melhor classificação:

a) filtrante
Papel fabricado geralmente com pasta química, nas gramaturas de 80 a 400 g/m2, com características definidas quanto ao uso.

b) absorvente base para laminados
Papel fabricado com pasta química sem colagem, com formação e espessura uniformes, de alta absorção, geralmente com 150 a 270 g/m2, utilizado para impregnação com resinas sintéticas na fabricação de laminados plásticos.

Não classificados

a) kraft especial para cabos elétricos
Papel kraft neutro fabricado com celulose kraft natural isenta de metais e outros materiais condutores de eletricidade, com elevada resistência mecânica e elétrica, com gramaturas de 30 a 150 g/m2, sem furos ou grumos, usado para fabricação de cabos elétricos.

b) kraft especial para fios telefônicos
Papel kraft natural ou cores (verde, azul e vermelho), com elevada resistência mecânica, fabricado nas gramaturas de 30 a 60 g/m2, sem furos ou grumos, e usado no espiralamento individual de cada fio condutor de cabos telefônicos.

c) kraft especial para condensadores
Papel fabricado com pasta química sulfato e/ou pastas de fibras de algodão ou outras fibras anuais.
Com porosidade, absorção de líquidos e eletrolíticos e pureza química específicos, isento de cloretos solúveis.

Papéis para utilização em envelopes

Papéis produzidos a partir de pasta química de madeira de fibra curta branqueada, misturada com pasta mecânica ou pasta química de fibra longa, geralmente nas gramaturas entre 60 e 150 g/m2.

Papéis decorativos

Papéis produzidos a partir de pasta química de madeira de fibra curta branqueada, misturada com pasta química de fibra longa, geralmente nas gramaturas entre 30 e 150 g/m2.
Usado para revestimento de chapas de madeira ou compensados, utilizados em móveis e pisos.

Papéis químicos

São papéis que recebem tratamento químico em sua superfície, o que possibilita a obtenção de cópias, através de reação química.
O tratamento químico prevê revestimento que, em conjunto, originam vários tipos de papéis químicos.
Utilizado em notas fiscais, formulários, aparelhos de fax, etc.

Fonte: Bracelpa
Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Scarygami, Meanest Indian