Como Fazer um Chaveiro de Couro

Escrito por

Diferente e com estilo: com uma pegada moderna e retrô ao mesmo tempo, o chaveiro elaborado com pedaços de couro pode ser facilmente confeccionado para você mesmo e também para a alegria de quem o ganhará.

Vai fazer sucesso para o Dia dos Namorados, tendo em vista que se trata de uma peça romântica.

Material

  • Pedaços de couro que formarão as pétalas da flor e também o miolo
  • Papel Paraná para fazer os moldes
  • Qualquer caneta para riscar o molde
  • Linha de costura na cor de preferência ou que faça uma boa combinação com a cor do couro utilizado
  • As tintas de tecido, são opcionais, caso queira colorir o verso da pétala de couro
  • Cola pano, que farão toda a parte de união das pétalas, formando a flor, bem como da alça.

Molde do Chaveiro

chaveiro de couroPara o molde, utilizando o papel Paraná, elaborar o desenho de uma pétala em forma de uma gotinha, com as medidas de 4,5 cm de altura por 2,3 cm na parte maior; o desenho de um círculo com 2 cm de diâmetro, que será o molde para recortar o miolo; a alça, por ser opcional o tamanho e a largura, porém essencial, pode ser desenhada no próprio pedaço de couro escolhido para o acabamento.

Neste post a alça mede 17 cm de comprimento por 1,3 cm de largura.

Modo de Fazer

chaveiro de couroAqui foi feito o reaproveitamento de um pedaço de cinto que já estava para ser descartado.

Como o cinto possuía um parte preta e do outro lado a cor do couro era marrom, foi necessário separar a duas partes, retirando inclusive um material que as unia que foi utilizado para ajudar na elaboração do miolo.

chaveiro de couroPara esta florzinha, são necessárias 8 (oito) pétalas e 2 (dois) círculos do miolo.

Como existem duas cores de couro, a opção foi intercalar as pétalas, gerando certa harmonia na composição.

Os miolinhos servirão de suporte para as pétalas ficarem adequadamente unidas.

chaveiro de couroPara a costura foi utilizado o ponto zigue-zague com a diminuição da altura e da largura em toda a volta de cada pétala, bem como do miolo de acabamento.

É possível costurar, porém requer um pouco de treino, pois algumas pétalas se perderão até chegar a um resultado satisfatório.

O verso do couro não é uma superfície lisa, então por isso a dificuldade média de manejo. A costura deve ser feita o mais lentamente possível.

Nesta flor em questão, foi feita uma costura em ponto reto, da ponta da gota até o meio da pétala, para um charme, mas é totalmente opcional.

chaveiro de couroAo dispor as pétalas intercalando as cores, é possível verificar como ficará a flor. Essa é uma ideia, porém podem ser feitas várias outras combinações.

Então se passa a cola pano no miolo e cola-se no centro da flor.

Fica melhor colada se a cola for também passada em toda a volta, como na foto.

chaveiro de couroNo verso se faz o mesmo procedimento para colar a outra parte do miolo.

Terminada a colagem a flor deve ser cuidadosamente colocada num ambiente fresco e deve ficar secando por pelo menos 6 horas.

Tempo suficiente para que a cola faça sua parte.

chaveiro de couroDepois de unidas as pétalas com o miolo do material da parte do meio da cinta, foi utilizado um pedaço de couro vermelho para gerar um miolo mais atraente.

Este novo miolo colorido foi devidamente costurado à volta toda junto com as pétalas e colado em cima do miolo anterior. Na parte da frente somente, pois no verso será colada a alça.

A alça deve ser recortada e costurada de acordo com as medidas de gosto num pedaço de couro escolhido.

Pode ser de uma tonalidade diferente das cores utilizada até o momento.

chaveiro de couro

Para colar a alça, colocar a cola na parte no miolo da parte de trás da flor e depois passar cola novamente, unindo as duas partes, conforme demonstrado na foto.

O tempo de secagem é também de 6 horas, para que a colagem fique bem feita.

E assim finaliza-se mais um maravilhoso passo a passo, muito fácil de fazer. O resultado é uma peça charmosa:

chaveiro de couro

As argolas e fechos podem também ser reaproveitados, daqueles que temos em casa e cansamos de usar. Até breve.